Sobre Tânia

A MINHA HISTÓRIA

O meu nome é Tânia Margarido e sou designer de padrões.

Tânia

QUEM SOU

Sou uma lisboeta, mas acima de tudo, sou uma pessoa em construção, que acredita que o que realmente importa na vida é ser feliz (e fazer os outros felizes). Já fui investigadora na área de Genética e Microbiologia, já trabalhei num banco em mercados financeiros (não gostei) e agora decidi fazer aquilo que realmente gosto - explorar o meu lado criativo. Inscrevi-me em vários cursos on-line (e continuo a fazê-lo sempre que há algo novo que me desperta o interesse) onde aprendi tudo o que sei e que permitiu tornar-me numa designer de padrões.

CIÊNCIA
O meu percurso académico não me traz arrependimentos, aliás, foi graças a ele que cheguei até aqui, e é ele que me confere a diferença na forma de trabalhar e de criar padrões. A minúcia e o detalhe que aplico no meu trabalho são fruto deste meu percurso. “A felicidade não é um destino, é uma caminhada.”
PROCESSO CRIATIVO
O meu processo criativo começa normalmente com uma ideia que transformo num esboço recorrendo ao clássico papel e lápis. Terminado o processo tradicional, trato a ideia de de forma digital em programas como o Photoshop ou o Adobe Illustrator. A forma como encaro os meus padrões é essencialmente intuitiva: sei que o padrão está terminado quando sinto que não posso acrescentar mais nada que o melhore.
CRIATIVIDADE
Sou uma pessoa muito criativa e adoro expressar-me através da arte, dos meus desenhos e dos meus padrões. Encontro na criação uma forma de relaxar e de me encontrar, no entanto, isso não me impede, enquanto perfeccionista nata, de ser muito crítica com o meu trabalho.
ESTILO
Estou ainda em processo de definir o meu estilo como designer de padrões. A minha versatilidade leva-me a experimentar formas diversas de fazer arte e de usar paletas de cores variadas. No entanto, os meus padrões são normalmente delicados, oníricos, naíves e ao mesmo tempo elegantes.
INSPIRAÇÃO
Sou inspirada pelo que me rodeia, em especial pela minha cidade, que tanto amo, pela natureza (flores e mais flores) e pelas pessoas (as minhas pequenas pessoas: os meus filhos). E porque assim é, todos os meus padrões contam uma história.
IMPACTO
Nada me dá mais prazer do que desenhar bailarinas (em tempos sonhei ser bailarina) e flores (quem é que não gosta de flores?), são dois temas recorrentes nos meus padrões. Fascina-me a possibilidade de um padrão abrir as portas do sonho ou de ligar alguém novamente a um sonho esquecido.. Quero que as pessoas sintam quando olham para os meus padrões, e quero, acima de tudo, que se sintam fantásticas!

OUTROS PROJETOS

Tenho outros projetos pessoais: gosto de eternizar momentos, lugares e pessoas em fotos. Por isso, estou constantemente a tirar fotos, muitas fotos, com o meu telefone. Também gosto de escrever e faço-o também para capturar momentos (meus, deles, nossos) que quero partilhar com os meus filhos quando crescerem.

MÃE DE 3

MÃE DE 3

Blog pessoal

Mãe de 3 é o meu blog pessoal onde partilho textos que escrevo sobre a maternidade, mas não só. Escrevo maioritariamente para os meus filhos, para que eles saibam e eu nunca esqueça! Sou mãe de 3 pessoas (fantásticas!) em construção: o Liam, o Noah e a Anoek. Eles são o meu projeto mais importante e mais ambicioso e aquele que provavelmente tem e terá mais impacto no mundo. Cada um deles influencia e vai influenciar a vida dos que os rodeiam e por isso guiá-los para serem boas pessoas é uma tarefa muito especial e muito importante. Através deles e através de mim quero fazer a diferença todos os dias!

O MENINO A GAIVOTA

O MENINO A GAIVOTA

Livro infantil

Este foi o meu primeiro livro infantil, publicado em Novembro de 2015. A minha história ganhou vida com as belíssimas ilustrações do João Rodrigues. O livro conta de uma forma simples comoo nascimento de um irmão, um momento mágico, vem normalmente acompanhado de um turbilhão de emoções. Escrevi este conto para o Liam e para o Noah (as gaivotas existem mesmo!) para criar memórias e para ajudar o Liam a gerir as emoções em relação ao nascimento do irmão.

FOTOGRAFIA

FOTOGRAFIA

Instagram

Gosto de ver o mundo através dos olhos (lentes) de outras pessoas e adoro tirar fotografias mas… apenas com o meu iPhone. Não sou de longe profissional e não sei usar uma máquina sem ser em modo automático. Tiro fotos quando e porque quero capturar um momento. E com o telemóvel sempre à mão tenho a eternidade do momento na ponta dos dedos.